No trabalho biográfico nossa história de vida se torna objeto de estudo.

Isto porque existem leis que regem a vida, as chamadas Leis Biográficas. Por exemplo: todas as crianças trocam os dentes em torno dos sete anos, passam pela maturação sexual ao redor dos 14 e encerram crescimento físico por volta dos 21. Essas leis acontecem com todas as pessoas, mais ou menos na mesma idade, não são apenas estas e não param por aí. Após os 21 anos nosso crescimento e amadurecimento é mais voltado para o social, relacionamentos, sentimentos, nossa posição no mundo, etc. Arrumamos empregos, passamos por relacionamentos, compramos carro, construímos casa, etc. Após os 42 notamos novamente uma mudança na dinâmica da vida e, cada vez mais, passamos a colher os frutos de nossas escolhas.

É interessante observar que, apesar das leis serem as mesmas para todos, cada um passa por elas de maneira diferente. Para alguns a troca de dentes foi tão tranqüila que eles nem se lembram, para outros foi traumático. E assim vamos seguindo pela vida, passando por lugares semelhantes de modo diferente.

A escrita possibilitou à humanidade tomar certo distanciamento das idéias. Quando fixamos nossos pensamentos no papel podemos tomar certa distância deles e com isso ter um olhar mais objetivo. O mesmo ocorre quando escrevemos nossa biografia: assumimos certo distanciamento de nossa própria história que cria condições para uma análise mais ampla e objetiva.

Além das Leis Biográficas, existem fatos em nossa vida que são próprios de cada individualidade: histórias que se repetem encontros importantes, dificuldades a serem trabalhadas, situações bem peculiares.

Distinguir o que é individual da lei geral é uma ferramenta indispensável ao auto desenvolvimento.

Tomar a vida nas próprias Mãos Através do Trabalho Biográfico

É fundamental para o autoconhecimento saber o que concerne às leis biográficas (o que é da idade) e o que provém de nossa individualidade. Perceber que situações se repetem nos permite uma saudável transformação. Passamos então a entender as crises como possibilidades de crescimento. Elas dizem que algo errado está ocorrendo e apontam o caminho para nossa missão, ou melhor, missões de vida. Podemos considerar a vida como uma dádiva, mas é imperativo reconhecer que temos duas grandes missões:

A missão interna: diz respeito à auto-educação. Tem como objetivo nosso aperfeiçoamento como seres humanos. Temos a obrigação de nos tornar melhores do que somos. Corrigir imperfeições de nossa personalidade, trabalhar unilateralidades de caráter, aparar arestas, enfim polir nossa pedra bruta para transformá-la em uma jóia.

Missão externa: por nascermos em determinada época, lugar, família, etc., nos encontramos na posição de realizar algo único mundo. Uma tarefa que cabe tão somente a nós e a nenhum outro.

O que temos de realizar no mundo se torna mais evidente a partir dos 35 anos. Também a partir daí, com o declínio das forças biológicas vitais, nosso bem estar depende cada vez mais de nossas escolhas e do trabalho que realizamos em nós mesmos como individualidades.

A maior ou menor sintonia com o cumprimento destas missões garante satisfação, segurança interior e confiança no futuro. Entendemos o trabalho biográfico como um caminho de auto desenvolvimento e harmonia interior adequado ao homem atual que pode nos ajudar nestas tarefas.

Olhando sua história de vida com clareza e objetividade, estabelecendo metas futuras com maior segurança.

O Trabalho Biográfico é uma oportunidade de crescimento interior para pessoas que desejam trazer à luz da consciência, aspectos relacionados à sua história de vida, numa abordagem clara e transformadora. Clara, pois se observa a vida como um todo, sob a nova perspectiva das leis biográficas. Transformadora porque permite, de maneira estruturada, estabelecer metas visando à solução de problemas com maior objetividade.

O Estudo da Biografia é feito num período de quatro dias onde diferentes atividades nos permitem uma abordagem mais rica da própria história de vida:

– Palestras: trazendo conteúdos sobre as diferentes fases da vida;
– Momentos individuais: para o resgate de sua história de vida;
– Atividades artísticas: que facilitam o processo de imersão e regatam a alegria interior;

Um trabalho rico e profundo que lhe fornece ferramentas de autoconhecimento e transformação. Você é o autor de sua própria obra. Venha redescobrir sua vida.

PROXIMA TURMA:  de 01 a 04/06/2017. Para mais informações e inscrições em http://patrimoniodomatutu.com.br/evento/workshop-biografico/